Padre recebe cálice com veneno em missa após fazer críticas; entenda o caso

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Um padre católico, conhecido por suas denúncias contra o crime organizado, escapou por pouco de um envenenamento durante a celebração de uma missa na cidade italiana de Cessaniti. O religioso, identificado como padre Felice Palamara, notou um cheiro estranho no cálice e, desconfiando de algo errado, suspendeu a cerimônia e acionou a polícia.

O incidente, que ocorreu no último sábado (24), teria sido motivado pelas críticas feitas pelo padre à organização mafiosa ‘Ndrangheta, presente na região. Segundo informações do portal Metrópoles, o cálice continha vestígios de água sanitária, substância que pode ser altamente tóxica se ingerida.

Ato de intimidação contra o padre

Ainda de acordo com informações do Metrópoles, mais tarde, a polícia determinou que os recipientes de água e vinho de Palamara estavam misturados com água sanitária. O religioso acredita que a tentativa de envenená-lo foi uma retaliação de ‘Ndrangheta.

“Tenho certeza de que este ato de intimidação não tem nada a ver com os meus paroquianos porque estou aqui há 10 anos e sempre tive boas relações com as pessoas da paróquia”, disse Palamara ao jornal Corriere della Sera. “Não permitimos que ninguém faça mal à paróquia. Ninguém pode parar uma cidade que merece redenção e que quer crescer”, acrescentou.

A ‘Ndrangheta, considerada o grupo de crime organizado mais rico do mundo, ganhou dezenas de milhares de milhões de dólares com o tráfico de cocaína ao longo de várias décadas e recentemente conseguiu expandir o seu alcance por toda a Europa, à medida que a máfia siciliana perdia a sua influência.

Fonte: Metrópoles/SCC10

Veja agora

Casa é destruída por incêndio em Joaçaba

Uma casa foi destruída por um incêndio na manhã desta sexta-feira (19/04), em Joaçaba. O …