Operação nacional contra jogo da “Baleia Azul” investiga envolvidos em Santa Catarina

Operação nacional contra jogo da "Baleia Azul" investiga envolvidos em Santa Catarina
Operação nacional contra jogo da “Baleia Azul” investiga envolvidos em Santa Catarina

Uma operação de proporção nacional foi realizada nesta terça-feira, dia 18, pela Polícia Civil para prender envolvidos na disseminação do jogo “Balei Azul” em todo país.

O jogo, cujo conceito incita adolescentes e crianças a realizarem desafios macabros e, por fim, tirarem a própria vida, veio à tona no mês de abril e teve casos registrados em Santa Catarina.

A Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) do estado, em conjunto com outras delegacias, cumpriu mandados de busca nos municípios de Florianópolis, Chapecó, São José, Joinville e Araquari.

Durante a operação, os policiais apreenderam documentos e dispositivos que apontavam para a prática e estímulo do jogo. Em Chapecó, três endereços foram vistoriados. Segundo a Polícia Civil, uma menina de 13 anos estava sendo vítima do desafio na cidade.

Em Joinville, um rapaz de 18 anos assumiu ser um “curador” do jogo – pessoa que determina quais ações a vítima deve realizar. Um adolescente de 14 anos, da cidade de São José, também é investigado.

No Rio de Janeiro, um dos “curadores” do jogo já havia sido preso durante a manhã desta terça, na operação nacional. Ao todo, os mandados são cumpridos em Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Sergipe, Paraíba, Pará e Minas Gerais.

 

Veja agora

250 Alunos da Rede Municipal de Ensino de Joaçaba se Formam no Projeto Bombeiro Mirim

O Projeto Bombeiro Mirim tem como objetivo proporcionar uma experiência educativa e formativa para as …