Estacionamento: empresa não está cumprindo parte do contrato, afirma vereador

Entre as várias reclamações que surgiram nestes primeiros dias em que o estacionamento rotativo de Joaçaba voltou a ser cobrado, a maioria  está relacionada a cobrança de horas cheias, (quando adquirido o cartão via online) mesmo que o veículo tenha permanecido estacionado por alguns minutos.

Segundo vereador empresa não está cumprindo parte do contrato
Segundo vereador empresa não está cumprindo parte do contrato

Diante de tantas reclamações, o vereador Diego Bairros (PSD) foi verificar o Decreto que regulamentou a Lei 4647 de 10 de novembro de 2015. “O artigo 3º do Decreto 4989 de 05 de setembro de 2016 é claro e especifica que: para a compra de créditos via telefone celular, caso o veículo permaneça estacionado por menos de 30 minutos, serão cobrados 30 minutos. Mas, o veículo permanecendo estacionamento estacionado por mais de 30 min, será cobrado exatamente o tempo utilizado. Ou seja, se foram usados 45 min, por exemplo, a cobrança só pode ser feita referente a este período”, afirma o vereador.

O próprio vereador Diego diz que teve uma cobrança de duas horas cheias na segunda-feira (03) ao estacionar o veículo por 15 minutos. Ele  informa ainda que a empresa está cobrando por veículos estacionados em três ruas indevidamente. São elas, Travessa Lauro Severino Rupp, na Travessa Uruguai e, Rua Cruz e Souza e que no Decreto não constam estas ruas como área azul.

“Estou muito convicto de que a empresa não está cumprindo parte do contato e cabe à Prefeitura tomar as devidas providências de forma urgente, pois, os usuários do sistema estão sendo lesados. O serviço modernizou, muita coisa melhorou, mas precisamos cobrar que a lei seja cumprida”, afirma Diego.

Fonte: Adriana Panizzi/Assessoria de Comunicação

Veja agora

Trecho da SC-355 entre Catanduvas e Jaborá fica interditado nesta terça-feira (23)

Foto: Divulgação / SIE A Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que a SC-355, …