Dia da Família na Escola reúne milhares de participantes na região

Dia da Família na Escola reúne milhares de participantes na região
Dia da Família na Escola reúne milhares de participantes na região

Escolas municipais e estaduais, além das casas da FIESC, como SESI e SENAI, FECOMÉRCIO (SESC e SENAC), FAESC (SENAR) e FETRANCESC (SEST e SENAT), estiveram mobilizadas para promover ações educativas e recreativas no sábado (7). As atividades tinham como objetivo promover uma reflexão sobre a importância do apoio da família na construção do projeto de vida dos estudantes, ainda mais considerando os desafios do mundo do trabalho em constante transformação.

Entre as atividades, foram promovidas palestras, ações de estímulo à leitura e oficinas, apresentações de trabalhos e brincadeiras tradicionais. Na região Centro Oeste muitas ações ocorreram simultaneamente em Herval d’ Oeste, Luzerna, Joaçaba, Campos Novos, Capinzal e Tangará.

Em Joaçaba, o SENAI levou para a Escola Estadual Nelson Pedrini o projeto do Kart Elétrico, que disputou o SENAI Challenge no ano passado. Os alunos puderam fazer um circuito e dirigir o kart, além de ter instruções sobre o projeto e cursos.  O SESI também participou com o Espaço de Educação Maker- Comunicação e Mídias com estúdio fotográfico, onde os participantes receberão dicas de como tirar uma boa foto, bem como vivenciar tirando várias fotos.

Ações de beleza, café da manhã e ainda palestra sobre planejamento financeiro também fizeram parte das ações na Escola Nelson Pedrini, onde cerca de 100 pessoas foram envolvidas nas ações.

Nathan Gabriel dos Passos, de 17 anos, que frequenta o 1º ano da Escola Nelson Pedrini e já cursou o técnico em Usinagem no Senai de Joaçaba, disse que foi incentivado pelos pais a buscar pelo curso. “Já estou cursando Torneio Mecânico também no Senai e meus pais me incentivaram muito a buscar por cursos nessa área. Hoje eles estão trabalhando, mas eu vim participar da ação com meus colegas”, disse.

Já para Marcia Cândido de Oliveira, que acompanhou a filha Marcele, de 12 anos, que estuda na 8ª séria da Escola Nelson Pedrini, apesar da filha ter como uma das opções a Medicina Veterinária, é importante ela ter acesso a todas as opções. “Na época em que frequentei a escola não tínhamos ações como essas. Fico feliz que ela possa ter essas experiências e também poder de escolha. Ela pode experimentar o Kart e entender o funcionamento e construção dele. E o mais interessante é que foram alunos que desenvolveram”, comentou.

Em Luzerna também foram desenvolvidas palestras e contação de histórias, apresentação de ballet e de talentos musicais, além de pintura facial e mateada no Centro de Eventos São João Batista, onde as atividades reuniram cerca de 1000 pessoas.

Já em Campos Novos e Luzerna, o SENAC realizou palestra de primeiros socorros, técnicas de massoterapia, orientações sobre saúde da mulher, Pressão Arterial, Índice de Massa Corporal.

O Sesi desenvolveu na quinta-feira (05) a noite Maker, oficina com os pais. Na sexta-feira (06) palestra na escola Frei Bruno em Luzerna; e no sábado (07) oficina na escola Nelson Pedrini em Joaçaba e Escola Pequeno Príncipe em Herval d’ Oeste com aproximadamente 820 participantes.

No Brasil, 46% dos pais e responsáveis por crianças em idade escolar dizem não dedicar tempo suficiente com a educação dos filhos. É isso o que mostra uma pesquisa da ONG Global de Educação Varkey Foundation feita em parceria com o Instituto Ipsos com 27 mil pais de estudantes de 4 a 18 anos em 29 países. Um dos estímulos para que essa realidade mude gradativamente vem por meio de um projeto de lei proposto pelo Movimento Santa Catarina pela Educação que estabelece o Dia da Família na Escola.

Dia da Família na Escola – A proposta da criação do Dia da Família na Escola, que chega ao seu terceiro ano, surgiu da Campanha Pais pela Educação, lançada pelo Movimento SC pela Educação em 2014. Um dos estímulos é uma pesquisa do Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo a qual os estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente no aprendizado em comparação com os que não recebem essa atenção. O objetivo da iniciativa é estimular a participação dos pais na vida escolar dos filhos.

O Movimento SC pela Educação – Criado em 2012 como uma iniciativa da indústria, com o apoio das federações dos trabalhadores, o Movimento ganhou a adesão do comércio (Fecomércio-SC), da agricultura (FAESC) e dos transportes (Fetrancesc) e passou a se chamar em 2016 Movimento Santa Catarina pela Educação. A iniciativa tem apoio ainda de instituições públicas, como a Secretaria de Estado da Educação e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-SC). Seus principais desafios são proporcionar a todos os trabalhadores catarinenses a escolaridade básica completa até 2024 e formação profissional e tecnológica compatível com a função, com foco na educação para o mundo do trabalho e na articulação e influência social na educação de Santa Catarina.

Fonte: Nativa Comunicação Integrada

Veja agora

Joaçaba Futsal disputa a Superliga Gazin de Futsal

O Joaçaba Futsal segue a preparação para as principais competições do ano e, a partir …