Cidadão é agredido por vice-prefeito e por vereador licenciado em Luzerna

Um cidadão teve a perna esquerda quebrada após ser agredido pelo vice-prefeito Juliano Schneider e pelo vereador e secretário de obras Alcir Denardi. A agressão aconteceu no início da noite desta segunda-feira (4) na Rua Dezesseis de Fevereiro, em pleno centro do município de Luzerna.

Cidadão é agredido por vice-prefeito e por vereador eleito em Luzerna
Cidadão é agredido por vice-prefeito e por vereador eleito em Luzerna

Quando a Polícia Militar chegou ao local, os agressores haviam se evadido. A vítima, identificada por Antônio Fernando de Meda, 34 anos, foi atendida pelo SAMU e encaminhada ao Hospital Universitário Santa Terezinha.

05_12_2017_omaljmab

Em entrevista, Antônio afirmou que havia saído da sessão da Câmara de Vereadores, onde estavam o vice e o secretário. De acordo com ele, os dois começaram a rir de sua cara, e ao tomar satisfação iniciaram as agressões. “Foi uma covardia, não revidei, e continuaram me batendo mesmo depois de estar no chão, tanto que tive dois ossos da perna quebrados”, disse Antônio, que é empreendedor no município. “Com essa administração não tenho direito a nada. Fui impedido de expor meu projeto do parque temático no Centro de Eventos. Além de não acreditarem em meus projetos, os dois ficam me difamando”, contou. Antônio diz possuir dois Boletins de Ocorrências por ameaça contra o secretário Denardi, e que após o exame de corpo de delito vai representar contra os dois.

Procurado, o vice-prefeito Juliano Schneider não negou a agressão, mas afirma que foi provocado. “Esse cidadão vem me perseguindo a mais de um ano e meio. Ele usa as redes sociais para denegrir minha imagem perante a população, inclusive tenho os prints arquivados e registrei boletins de ocorrência”, disse Juliano. “Não são apenas críticas ao homem público, ele ofende a mim e a minha família com palavras de baixo calão e ontem foi a gota d´água, pois ninguém tem sangue de barata”.

O vice-prefeito conta que foi pegar o carro, quando Antônio começou a xinga-lo. “Tentei não dar atenção, mas ele investiu contra mim. Já estava dentro do carro, quando veio na janela, me chamou de covarde e outras palavras que até não vou mencionar. Perdi a cabeça e revidei”, relata o vice-prefeito, que diz que o secretário acabou tomando as dores, pois também é seguidamente insultado pelo rapaz. “Dei uns socos, mas não bati depois que ele caiu. Isso as imagens das câmeras de videomonitoramento vão comprovar”.

Schneider informou que vai solicitar as imagens para registrar boletim de ocorrência nesta terça-feira.

Fonte: Caco da Rosa

Veja agora

PRF resgata gata que viajava escondida debaixo de caminhão na BR-101

Na noite dessa segunda-feira (22) na BR-101, em Paulo Lopes, policiais rodoviários federais abordaram uma …