Bigode será diplomado como Prefeito de Joaçaba, mas poderá ressarcir União por rejeição na prestação de contas

O prefeito eleito de Joaçaba, Dioclésio Ragnini – conhecido popularmente por Bigode (PSDB), teve um parecer da Justiça Eleitoral pela rejeição da prestação de contas de sua campanha. O posicionamento foi aceito pelo Ministério Público Eleitoral da 18ª Zona Eleitoral e o documento com todos os valores provenientes da coligação vencedora das eleições de Joaçaba serão avaliados pelo Juiz Eleitoral, Fabrício Rossetti Gast, que deve posicionar-se oficialmente sobre o fato na próxima semana.

A notícia deixou a comunidade joaçabense em dúvida sobre uma possível cassação da eleição de Bigode. Em entrevista concedida por telefone à Rádio Líder, o Chefe do Cartório Eleitoral da 18ª Zona Eleitoral, João Ricardo Spagnol, explica a situação e informa que a rejeição das contas da campanha não impedem “Bigode” de ser diplomado no dia 12 de dezembro e empossado como prefeito de Joaçaba no dia 1º de Janeiro.

Ouça a entrevista:

Veja agora

Bombeiros atendem princípio de incêndio em estabelecimento comercial de Joaçaba

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado por volta das 22h desta quinta-feira, 29, para …