Alunos, professores e funcionários do IFC Luzerna protestam contra bloqueio de recursos

Estudantes e entidades ligadas à educação realizam nesta quarta-feira, 15 de maio, manifestações e uma greve geral nacional em protesto contra os cortes na área anunciados pelo Governo Jair Bolsonaro.

Assim como em muitas cidades brasileiras, aconteceu na manhã de hoje em Luzerna uma manifestação no instituto federal catarinense(IFC) contra o bloqueio de recursos para a educação, anunciados pelo MEC. Professores e alunos protestaram com faixas e cartazes em defesa das universidades e institutos federais.


Alunos do IFC Luzerna protestam contra bloqueio de recursos . Fotos: Caco da Rosa

Além dos contingenciamento de verbas destinadas a universidades federais e a programas de pesquisa, as entidades estudantis protestam contra as declarações polêmicas do ministro Abraham Weintraub, que associou o corte de recursos destinados às universidades a atos de “balbúrdia”.

Os manifestantes também reagem à difamação das instituições públicas de ensino superior que tem sido alvo de correntes de mensagens distribuídas pelo WhatsApp. Paralelamente aos protestos estudantis e a greve geral, o ministro Weintraub presta esclarecimentos no plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta à tarde.

A Câmara convocou o titular do MEC para explicar os cortes na educação.

Veja agora

Homem fica ferido após colisão na SC-453, em Ibicaré

Um caminhão I/M.Benz 417 Sprinter de Ibicaré, tombou após colisão contra um Peugeot/207HB XR, placas …