Videirense é morto em penitenciária de Florianópolis

Videirense é morto em penitenciária de Florianópolis
Videirense é morto em penitenciária de Florianópolis

Dois presos foram encontrados mortos entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira no Complexo Penitenciário do Estado, em São Pedro de Alcântara, na Grande Florianópolis. A informação foi confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML) da Capital.

A primeira morte ocorreu na noite de quarta-feira (30), quando um detento foi assassinado pelo colega de cela. A vítima foi identificada como Alcir Ribeiro Pontes, 37 anos. O preso era natural de Videira, no Meio-Oeste de Santa Catarina.

Segundo o Departamento de Administração Prisional (Deap), o detento Maycon Robin Lourenço, 32 anos, de Lages, assumiu a autoria do homicídio e disse que matou o colega de cela em função de uma desavença entre eles.

A segunda morte ocorreu na manhã desta quinta-feira (31). O detento Daniel dos Santos, 38 anos, que cumpria pena por roubo, foi encontrado morto com sinais de enforcamento.

O Deap divulgou uma nota sobre as mortes no final da manhã desta quinta-feira. Segundo o departamento, as motivações das mortes serão investigadas pela Polícia Civil. O departamento não confirmou se o homicídio cometido dentro da unidade tem relação com os ataques ocorridos nos últimos dias a agentes de segurança pública.

“Em ambas as ocorrências, os procedimentos legais e periciais foram adotados com acionamento de equipe de emergência médica e Instituto Geral de Perícia. As medidas foram tomadas e as motivações serão investigadas pela Polícia Civil. A corregedoria-geral da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania também investigará o caso através de uma sindicância interna”, diz a nota.

A Penitenciária de São Pedro de Alcântara abriga liderança da facção criminosa de Santa Catarina, tem histórico de mortes e dali já partiram no passado ordens de presos para crimes dentro e fora das cadeias do Estado.

INDENIZAÇÃO

Nos dois casos de morte dentro da penitenciária, o Estado, em havendo interesse por parte de familiares, terá que indenizar as famílias. Cabe ao Estado garantir a segurança daqueles que estão sob sua guarda e ‘proteção’.

Veja agora

Falta de recolhimento do lixo gera novas reclamações em Herval d’Oeste. Prefeitura contratou nova empresa em caráter emergencial

Diversas reclamações chegaram ao jornalismo da Rádio Líder na manhã desta segunda-feira, 04, referente a …