Vereador diz que SAMU se negou transportar paciente por falta de combustível

Unidade do SAMU em Joaçaba
Unidade do SAMU em Joaçaba

O vereador João Marqueze (PSD) afirmou que vai encaminhar ofício ao SAMU pedindo explicações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência por ter negado transporte a uma paciente hervalense com problemas cardíacos.

De acordo com Marqueze, a mulher buscou atendimento no Hospital Universitário Santa Terezinha (Hust), que solicitou transporte para o hospital São Paulo de Xanxerê, onde realizaria um procedimento cardiológico. “Pasmem, o SAMU informou que não poderia realizar o transporte por falta de combustível e oxigênio na ambulância. O hospital teve que entrar em contato com a secretaria de saúde de Herval para realizar o transporte, mesmo não possuindo ambulância adequada para isso”, lamentou o vereador em entrevista a Rádio Líder. “Acho isso muito grave e não podemos admitir que a vida de um ser humano seja mensurada por combustível ou oxigênio”, completou.

Ouça abaixo a entrevista:

 

Veja agora

PM recupera motocicleta furtada. Proprietário ainda não havia percebido o furto

Uma motocicleta foi recuperada na noite desta quarta-feira(23/05) pela Polícia Militar de Herval d’Oeste, num …