UM VIOLÃO EM SILÊNCIO. Morre aos 65 anos o músico Roberto Garayo

UM VIOLÃO EM SILÊNCIO.

Guitarrista, violonista, baixista, cantor e compositor, Roberto nasceu na San Antonio – Missiones – Argentina em 1952, e veio para o Brasil em 1972. Professor de música e gestor cultural foi casado com Líbera Garayo (faleceu em 2015), com quem teve as filhas Patrícia e Scheila e as netas Maria Julia, Maria Clara e Milena.

UM VIOLÃO EM SILÊNCIO. Faleceu ROBERTO GARAYO, mais conhecido como “Garajo”.
UM VIOLÃO EM SILÊNCIO.
Faleceu ROBERTO GARAYO, mais conhecido como “Garajo”.

Em dezembro de 1999 tocou como convidado da Orquestra Sinfônica de Santa Catarina, em seu primeiro show em Joaçaba.
Em agosto de 2015 foi recebeu “Moção de Aplauso” pela Câmara de Vereadores de Herval d´Oeste-SC, proposto pelo então vereador Joner Miquelão.
Em outubro de 2015, recebeu título de Cidadão Honorário de Joaçaba, proposto pela então Vereadora Divair De Marco.
Roberto Garayo atuou em formações musicais, como as bandas “Os Paqueras”, “Clarins de Ouro” “Zico Show Italiano, Grupo Di Roma”, e mais recentemente “Banda Arenhart”. Também gravou disco solo, interpretando canções românticas. Em sua própria residência, mantinha um estúdio de gravações e escola de música, onde dava aulas, principalmente de violão. Em recente show da Carlos Gomes Big Band, tocou e cantou como convidado. Colaborou em dezenas de eventos no Teatro Alfredo Sigwalt. Participou da peça teatro “O Contestado”, de Romário Borelli, foi Diretor de Cultura do Município e também membro do Conselho de Cultura de Joaçaba.
Na TV, participou de inúmeros programas e também foi apresentador do programa “Roberto e seus Convidados”, no Canal 21, de Joaçaba, além de outras parcerias em produções musicais com Vilmar Sartori.
Como produtor musical participou de dezenas de gravações de discos de cantores e conjuntos da região.
Ao lado de Leda Kerber, Antonio Bandeira e outros voluntários, por vários anos, percorreu as ruas e estabelecimentos da cidade acompanhando o Coral Infantil da Scajho entoando músicas natalinas.
Como compositor, contribuiu com várias causas em produtivas parcerias, como: Hino de Frei Bruno, Hino de Santa Paulina, Hino de Santa Helena, Canção para Apae, Índios na Cidade, e também o tema de abertura do premiado filme “Legião de Pioneiros”, de Elias Zampirão, entre outras.

O PROJETO DO SONHO:
Atualmente Coordenava o projeto “Quero Ser”, patrocinado por Rotary Clube de Herval d´Oeste, onde ensinava violão a um grupo de crianças, as quais já fazem apresentações com notáveis resultados. Em tempo foi realizado um sonho do professor: as crianças gravaram um CD instrumental e teve tempo de fazer o lançamento, prestando emocionante homenagem a ele. O grupo é formador pelos seguintes alunos: Emerson Ari Gomes, Nicole Soster, Luiz Antonio Mozer, Kaíke Bortolussi e Maria Julia Garayo Isler (neta de Roberto).

O músico morreu na noite desta quarta-feira (14), aos 65 anos, o músico Roberto Garayo, vítima de insuficiência renal crônica. O músico, que estava internado no Hospital Universitário Santa Terezinha, lutava contra um câncer no intestino.

O corpo esta sendo velado na capela mortuária do Cemitério Frei Edgar. O sepultamento acontece nesta quinta-feira (15), após o culto marcado para as 15h.

Com a colaboração de Jaime Telles

Veja agora

Joaçaba Futsal disputa a Superliga Gazin de Futsal

O Joaçaba Futsal segue a preparação para as principais competições do ano e, a partir …