Regional de saúde investiga possível morte por H1N1 no HUST

Neste último domingo(26), o hospital universitário Santa Terezinha – HUST – registrou um óbito por influenza. A vítima um homem com 70 anos de idade estava internado devido a complicações de uma gripe.

Regional de saúde investiga possível morte por H1N1 no HUST

Conforme a responsável pelo setor de imunização da gerencia de saúde de Joaçaba, Cleci Lucini, o caso está sendo investigado como H1N1. “Nós tivemos um óbito em Joaçaba neste domingo passado de um paciente sendo investigado como H1N1. É um morador da região” adiantou.

Cleci alerta para o número baixo de procura pela vacina contra a Influenza principalmente em crianças. “O que nos deixa triste é os pais não buscarem a imunização. Os pais tem obrigação em levar seu filho, é um direito estabelecido no estatuto inclusive os pais podendo ser processados.”

Cleci também alerta para as FakeNews: “Temos vacinas desde o ano de 1776, quando começou com a varíola. A vacina não faz mal, é um vírus morto e quebrado e as pessoas insistem em divulgar que a vacina pode matar” finalizou.

Campanha prorrogada:

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse nesta segunda-feira (27) que a Campanha da Vacinação contra a Gripe, inicialmente prevista para se encerrar no próximo dia 31, será prorrogada. O ministro não informou por quanto tempo a campanha permanecerá ativa.

As vacinas podem ser encontradas em todos os ESFs dos municípios, ou até mesmo em redes particulares.


Veja agora

Polícia realiza prisões de envolvidos com o tráfico de drogas no Bairro São Jorge

As Polícias Civil e Militar de Joaçaba e Herval d’Oeste, em operação conjunta, cumpriram mandado …