Polícia Civil promove nas escolas de Joaçaba e Herval d’ Oeste ação do Projeto “PC por elas”

A Polícia Civil de Santa Catarina lançou em todo o estado o projeto “PC por elas”, um programa voltado para atividades que tem o intuito de reduzir os números de violência contra a mulher. Nesta quinta-feira (8), em menção ao Dia Internacional da Mulher, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Joaçaba e a Delegacia de Polícia de Herval D’Oeste, através das psicólogas policiais Giovana Roman e Alessandra Loraschi, que atuam respectivamente nestas Delegacias, promoveu rodas de conversa com adolescentes de três turmas de 1º Ano do Ensino Médio nas Escolas Estaduais E.E.B. Governador Celso Ramos de Joaçaba e E.E.B. Eugênio Marchetti de Herval D’Oeste.

Polícia Civil promove nas escolas de Joaçaba e Herval d’ Oeste ação do Projeto “PC por elas”
Polícia Civil promove nas escolas de Joaçaba e Herval d’ Oeste ação do Projeto “PC por elas”

A atividade, que envolveu jovens com idades entre 14 e 17 anos, teve a participação de aproximadamente 90 alunos e membros da equipe pedagógica das escolas. Durante o encontro, foram expostos e discutidos os dados alarmantes de violência contra a mulher no Brasil, como identificar um relacionamento abusivo, questões históricas e culturais ligadas à este tipo de violência, cultura machista e cultura do estupro.

As psicólogas trabalharam o tema a partir da exposição de vídeos que versavam sobre como se inicia e as características de um relacionamento abusivo e da violência de gênero. No decorrer instigaram os adolescentes a escrever sobre o tema e pensar ativamente sobre formas de prevenir a violência contra a mulher, bem como sobre a responsabilidade que homens e mulheres tem na mudança da realidade cultural do Brasil com relação a este tema, a começar pela educação dos filhos sem machismo.

1-5

Foram selecionadas algumas frases que os adolescentes produziram durante a atividade.

E.E.B. Celso Ramos:

“Sem violência o mundo seria bem melhor”

“Relacionamento abusivo ´pode sufocar mais do que um travesseiro”

“Ás vezes tudo parece ser ‘mil maravilhas’, mas ninguém sabe o que o casal passa em casa. Muitas mulheres se calam perante o abuso, até mesmo por medo de serem agredidas e sofrer mais.”

“Muitas mulheres se prendem num relacionamento que no começo é bom e que depois se torna algo obsessivo, uma prisão…”

“O ciúme mata o amor das duas pessoas”

“Ter amor próprio é tudo!”
E.E.B. Eugênio Marchetti:

“Se o homem pede pra você mudar de roupa, mude-se de homem e não de roupa”.

“Acho que a mulher deve ter liberdade para fazer o que quer, pois ela é um ser humano como qualquer outro”

“Do amor para a dor…como recomeçar?!”

“Relacionamento abusivo não é nem amor nem relacionamento, é um quase suicídio para a mulher! Ela precisa de apoio para sair do ciclo da violência!”

“Muitas pessoas sofrem ou já sofreram em um relacionamento e não podemos ter medo de falar para alguém, pois isso pode ter um final trágico”

“Para um relacionamento dar certo precisa ter respeito, confiança e amor”.

Fonte: Delegacia de Polícia da Comarca de Herval D’Oeste – DRP de Joaçaba

 

Veja agora

Abraço Coletivo é realizado entre as pontes de Joaçaba e Herval d’Oeste

Na manhã desta quinta-feira (16) as pontes Jorge Lacerda e Emílio Baumgart, entre Herval d’Oeste …