Mais uma advogada é presa em operação do GAECO

Nesta sexta feira, mais uma advogada foi presa em operação do GAECO em nossa região. O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e o Grupo Estadual de Enfrentamento a Facções Criminosas (GEFAC) deflagraram a Operação “BALTHUS”, em apoio à investigação conduzida pela 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joaçaba. Segundo informações apuradas pela Rádio Líder, trata-se de uma advogada que atua no município de Água Doce.

A expedição desse mandado de prisão já é consequência da análise dos documentos apreendidos durante a operação que iniciou na manhã de quinta-feira (13/6). 

O cumprimento desse mandado de prisão expedido pela Vara Criminal da Comarca de Joaçaba é resultado da Operação Balthus e que investiga advogados suspeitos de abusar de suas prerrogativas profissionais para facilitar a comunicação entre os presos. 

O advogado de defesa, Éber Marcelo Bundchen, falou sobre a prisão de sua cliente..

A operação é resultado de investigações que iniciaram há mais de um ano. Na quinta-feira (13/6), outros 12 mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva e três de suspensão cautelar do exercício da advocacia, expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Joaçaba, foram cumpridos pelo GAECO, que também realizou uma prisão em flagrante por porte irregular de arma de fogo. 

Mulher presa em Joaçaba.

Advogados: Marco Antonio Vascolcenlos de Alencar e Bruno Martinazo

Outra informação que chegou ao jornalismo Líder, se deu através do advogado de defesa do advogado e sua esposa em Joaçaba. Marco Antonio Vasconcelos de Alencar, havia impetrado um Habeas Corpus para a sua cliente, ao qual foi indeferido pelo magistrado.

Veja agora

Mulher é presa após furtar TV do CREAS de Herval d’Oeste

Por volta das 02h20 desta sexta-feira (12/07) a Polícia Militar foi acionada para prestar atendimento …