Ex-prefeito de Água Doce é denunciado por desvio de tubos

Sete meses após a apreensão de 22 tubos de concreto da Prefeitura em terreno particular de dois funcionários da Prefeitura de Água Doce, o Ministério Público acusou formalmente cinco agentes públicos pelo crime de peculato.

Ex-prefeito de Água Doce é denunciado por desvio de tubos
Ex-prefeito de Água Doce é denunciado por desvio de tubos

A Justiça recebeu a denúncia e tornou os cinco acusados ao status de réus. Em 05 de dezembro, a Vara Criminal de Joaçaba, através do juiz Márcio Umberto Bragaglia, determinou a intimação das partes e marcou para o dia 13 de agosto de 2018, às 13h30, a audiência de instrução e julgamento.

No dia 15 de maio, a Polícia Civil de Água Doce, com auxílio da Polícia Militar, cumpriu dois mandados de busca e apreensão na propriedade de dois funcionários públicos da Prefeitura, depois que a atual administração percebeu a falta dos tubos e registrou o boletim de ocorrência. A delegada Fernanda Gehlen da Silva abriu inquérito policial para apurar a autoria e tipificação das condutas. Além dos servidores, a polícia investigou o envolvimento de terceiros.

Em consulta ao Ministério Público de Santa Catarina e ao site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, o inquérito policial 243.17.00015, de autoria da Delegacia de Água Doce, deu origem à denúncia do Ministério Público contra os acusados, por crime de peculato com participação de funcionários públicos.

O processo de Número 0001558-57.2017.8.24.0037, deu entrada na Vara Criminal de Joaçaba em 07/07/2017. A vítima do processo é a Prefeitura Municipal de Água Doce e os acusados pelo Ministério Público são: Julio Cesar Tonial, Geraldo Walter Trento, Mauri Carlos Trento, Elias Viecelli e o ex-prefeito Novelli Sganzerla.

Fonte: Portal Minha Água Doce

Veja agora

Mesa-tenistas de Joaçaba conquistam mais 21 medalhas estaduais

Os atletas da Pró Tênis de Mesa de Joaçaba participaram de três competições estaduais nestes …