CDL Herval apresenta projeto para construção da Praça dos Três Poderes

Foto:Projeto da Praça dos Três Poderes
Foto:Projeto da Praça dos Três Poderes

A CDL de Herval d´Oeste apresentou aos associados na noite desta terça-feira (7) o projeto “Praça dos Três Poderes”. A proposta, que não tem finalidade política, contempla a construção da Prefeitura, Câmara de Vereadores e Fórum, na entrada da Serra Alta, cerca de 2 quilômetros do centro.

De acordo com os dirigentes da instituição, o projeto foi baseado em três eixos: melhorar a estrutura dos poderes, fortalecer o comércio (gerar emprego e renda) e facilitar a mobilidade urbana da população. “Essa ideia é antiga, e vem da própria comunidade hervalense. Percebendo que o crescimento da cidade está convergindo naturalmente para a parte alta, onde estão projetados vários loteamentos, a CDL lapidou o projeto e agora vai tentar viabilizá-lo”, disse o diretor financeiro da CDL, Claudiomar Luiz Machado.

Durante a apresentação, Claudiomar deixou claro que o projeto não terá custos ao município, pois o terreno será doado pelo loteador, que obrigatoriamente deve ceder uma porcentagem da área ao Poder Público. “As áreas seriam isoladas, mas o empreendedor aceitou permutar este espaço de aproximadamente 10 mil m², e os associados vão fornecer a terraplanagem. O Tribunal de Justiça possui dotação orçamentária própria e precisa de um espaço adequado para instalar uma segunda Vara, pois hoje ocupa uma sala cedida pela Câmara de Vereadores. Com a construção do novo Fórum, o Poder Legislativo poderá vender essa sala que será desocupada, e construir sua nova sede. Quanto a Prefeitura, o prefeito poderá licitar, ou seja, quem aceitar construir o novo o prédio ficará com o antigo para explorar como centro comercial. Tudo a base de troca, da permuta”, esclareceu.

Terreno fica na entrada da Serra Alta, cerca de 2 quilômetros do centro.
Terreno fica na entrada da Serra Alta, cerca de 2 quilômetros do centro.
CDL Herval apresentou projeto para construção da Praça
CDL Herval apresentou projeto para construção da Praça

A proposta já foi apresentada ao prefeito Américo Lorini, ao deputado federal Jorginho Mello, vereadores e a entidades. “O prefeito autorizou a CDL a dar continuidade e buscar os parceiros necessários”, comentou o dirigente, ao acrescentar que Lorini informou que pretende transformar a Rua Santa Catarina em linha reta, para melhor acesso a Praça dos Três Poderes. “Além de termos essa rua principal melhorada, existem mais dois acessos, pelos bairros Santo Antônio e Vila Rica”, apontou Claudiomar.

Para a CDL, a construção da Praça dos Três Poderes será uma oportunidade de reorganizar a cidade, permitindo que ela cresça. “Teremos o centro voltado para a área comercial, que é onde circula a riqueza do município, com a expansão do comércio e maior mobilidade, pois hoje com a falta de estacionamento uma pessoa perde muito tempo para chegar a Prefeitura. Com a Praça dos Três Poderes na parte alta, não vai levar cinco minutos para se deslocar”, defendeu o diretor.

O presidente da CDL, Joceli Andrade, informou que o próximo passo é apresentar o projeto ao presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e se tiver um parecer favorável, as negociações devem começar ainda neste ano.

Fonte: Caco da Rosa

Veja agora

PRF resgata gata que viajava escondida debaixo de caminhão na BR-101

Na noite dessa segunda-feira (22) na BR-101, em Paulo Lopes, policiais rodoviários federais abordaram uma …