Aumentada pena de médico condenado por matar pacientes durante endoscopia em Joaçaba

 Aumentada pena de médico condenado por matar pacientes durante endoscopia em Joaçaba
Aumentada pena de médico condenado por matar pacientes durante endoscopia em Joaçaba

O Médico Denis Consi Braga que havia sido condenado a pena de 2 anos, 5 meses e 10 dias em abril de 2017, pela morte de três pacientes durante exames de endoscopias na clínica dele, no ano de 2010, em Joaçaba, teve a pena aumentada pela Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC).

As qualificadoras de homicídios dolosos (assumindo o risco de matar) foram alteradas para homicídios culposos.

A pena, em regime aberto, foi convertida em serviços comunitários.

Inconformados, tanto o Ministério Público quanto o Assistente de Acusação recorreram ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Posteriormente, o recurso do Assistente de Acusação foi extinto pela desistência.

Em julgamento na terça-feira (30) os desembargadores deram parcial provimento ao recurso do MP a fim de majorar a pena imposta a Denis Conci Braga para 3 anos, 9 meses e 10 dias de detenção e aumentar o pagamento de 10 para 60 salários mínimos a ser rateado em partes iguais para cada vítima.

Fonte/Tropical Fm

Veja agora

Falta de recolhimento do lixo gera novas reclamações em Herval d’Oeste. Prefeitura contratou nova empresa em caráter emergencial

Diversas reclamações chegaram ao jornalismo da Rádio Líder na manhã desta segunda-feira, 04, referente a …