Aluno teria sido agredido em escola de Piratuba

Um aluno de uma escola de Piratuba, teria sido agredido fisicamente e psicologicamente na tarde dessa segunda-feira (30/10). Segundo relatos da mãe, L.A, que soube por outras crianças dos fatos, sendo que seu filho não tinha comentado nada por ter sido ameaçado, e caso contasse algo teria represálias. Segundo o vídeo que já esta em posse de mãe, há uma pessoa que se movimenta para um lado e outro e ouve-se gritos, além de um chute com certa violência em um cone que estava perto de umas crianças sentadas.

violência-doméstica-agressão
Foto: Imagem ilustrativa

O vídeo tem momentos que perde o foco, pois quem filmou ficou com medo do agente perceber e não sabiam qual seria reação do mesmo. A mãe fez um boletim de ocorrência na delegacia de Piratuba e um exame de corpo de delito em Joaçaba, e levará ainda alguns dias para ficar pronto. Segundo ela, resolveu procurar a rádio pois ela acredita que com isso mais vítimas possam tomar coragem e fazer o registro.

Em entrevista realizada com o secretário de educação de Piratuba Cleodi Cláudio Antônio Fabrin, o mesmo conversou com o professor e relatou os fatos, bem como as crianças.O professor ficará afastado por 60 dias e uma comissão administrativa acompanhará o caso, paralelo ao trabalho da polícia civil.

Frabin destaca que a secretária repudia qualquer ato de violência, seja verbal ou física, e todas medidas estão sendo tomadas e com o cuidado por se tratar de uma criança que merece toda atenção e respeito.

Nota de Esclarecimento sobre o fato ocorrido na Escola Amélia Poletto Hepp de Piratuba:

A administração municipal de Piratuba através da Secretaria de Educação, vem através desta nota informar sobre os fatos ocorridos nas dependências da Escola Amélia Poletto Hepp onde um aluno do educandário teria sido agredido por um professor. O fato está sendo apurado com total responsabilidade, sem levantar pré julgamentos, apenas tratando com os fatos.

Todos os encaminhamentos estão sendo tomados, inclusive com a presença do Conselho Tutelar do município, acompanhando todo o caso, para resguardar os direitos do menor.O professor foi afastado das suas funções por 60 dias e uma comissão de sindicância está sendo instalada para apurar os fatos, resguardando todos os direitos do contraditório. A Secretaria lamenta o fato e repudia qualquer tipo de violência, seja verbal ou física.

Fonte: Rádio Piratuba FM

Veja agora

Morador de Treze Tílias que dirigia carreta de Ibicaré morre em acidente no Mato Grosso do Sul

Ezequiel Nordt, morador de Treze Tílias, e que dirigia uma carreta de Ibicaré, foi um …