ACAERT lança nota de repúdio contra agressão de profissionais de imprensa de SC

ACAERT lança nota de repúdio contra agressão de profissionais de imprensa de SC
ACAERT lança nota de repúdio contra agressão de profissionais de imprensa de SC

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT vem a público manifestar o seguinte sobre os incidentes com profissionais das emissoras associadas envolvidos na cobertura do movimento grevista dos caminhoneiros em Santa Catarina:

1 – As emissoras catarinenses de Rádio e Televisão sempre prestaram um serviço fundamental em favor da sociedade, levando informação de qualidade e com responsabilidade.

2 – A cobertura jornalística de nossas emissoras associadas busca o equilíbrio da narração dos fatos, sempre ouvindo os lados envolvidos, como reza a ética do jornalismo.

3 – Na cobertura do movimento grevista dos caminhoneiros, portanto, não poderia ser diferente. É nossa missão mostrar todos os aspectos do fato, já que não existe UM só lado.

4 – Por isso, é nossa obrigação divulgar as reivindicações dos caminhoneiros grevistas, assim como informar os efeitos da paralisação na economia e a vida de todos, revelando os prejuízos e transtornos. Acreditamos que, em primeiro lugar, está o nosso compromisso com a sociedade no geral.

5 – Pelo exposto, a ACAERT repudia veemente toda e qualquer ato de ameaça, agressão, violência e cerceamento do exercício profissional das nossas emissoras associadas, como já vendo acontecendo em vários pontos de Santa Catarina.

6 – A entidade é defensora ardorosa da livre manifestação e de opinião e contra a censura de todas as formas.

6 – Finalmente, a ACAERT espera que haja bom senso de todas as partes envolvidas neste movimento grevista para que o Brasil volte à normalidade, preservando e valorizando o direito de todos os brasileiros.
Florianópolis, 29 de maio de 2018.
Marcello Corrêa Petrelli
Presidente da ACAERT

Veja agora

Polícia realiza prisões de envolvidos com o tráfico de drogas no Bairro São Jorge

As Polícias Civil e Militar de Joaçaba e Herval d’Oeste, em operação conjunta, cumpriram mandado …