TJSC decide que Cláudia Hoeckler, acusada de congelar o corpo do marido, vai ficar em liberdade

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina negou mais um recurso interposto pelo Ministério Público e a concordiense Claudia Tavares Hoeckler, 40 anos, continuará respondendo o processo pelo assassinato do marido em liberdade.

A informação foi divulgada pelas redes sociais através do advogado Marco Alencar, do escritório Alencar e Martinazzo de Joaçaba.

Claudia foi liberada há alguns meses para aguardar o julgamento em liberdade. O caso ganhou grande repercussão em todo o Brasil. Claudia Tavares foi denunciada pelo Ministério Público por assassinar o marido em Lacerdópolis e ocultar o cadáver no freezer da residência do casal.

Ela alegou que era agredida pelo companheiro com frequência.

Por enquanto, Cláudia aguarda os desdobramentos do processo que tramita no Fórum da Comarca de Capinzal. Ela está em Joaçaba e já disse que pretende voltar a sua vida normal a partir da liberdade dada pelo judiciário catarinense. Claudia Tavares Hoeckler deve ser levada a júri popular.

Fonte: Atual Fm

Veja agora

Colisão entre carro e duas motos deixa pessoa ferida no Acesso Adolfo Ziguelli, em Joaçaba

Um acidente entre um carro e duas motocicletas deixou uma pessoa ferida no início da …