Programa Novos Caminhos possui novas turmas em Concórdia e Joaçaba

O programa oportuniza qualificação profissional a adolescentes. Cursos são oferecidos aos adolescentes pelo Senai, IEL, SESI e Senac são totalmente gratuitos.
O programa oportuniza qualificação profissional a adolescentes. Cursos são oferecidos aos adolescentes pelo Senai, IEL, SESI e Senac são totalmente gratuitos.

O Programa Novos Caminhos que beneficia adolescente que vivem em situação de acolhimento, promoveu aulas inaugurais nesta terça-feira (12) no Alto Uruguai e Meio Oeste catarinense. A iniciativa oferece capacitação profissional e inclusão no mundo do trabalho aos participantes. Com a finalidade de qualificar e profissionalizar adolescentes com idade a partir de 14 anos, que se encontram ou passaram por situação de acolhimento em casas lar e abrigos.

O Programa é desenvolvido pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), OAB-SC e Fecomércio. Na região do Alto Uruguai Catarinense, treze adolescentes participam das atividades. Já no Meio Oeste são sete jovens que participam do programa, podendo integrar mais participantes de Joaçaba, Herval d’ Oeste, Capinzal e Campos Novos.

A iniciativa é desenvolvida em todas as 16 regiões do estado, garantindo a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social.
A iniciativa é desenvolvida em todas as 16 regiões do estado, garantindo a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social.

As atividades ocorrerem uma vez por semana com professores do Sesi, Senai e IEL e Senac. Serão no total 27 encontros que serão finalizados em dezembro deste ano. Durante este período, eles terão diversas capacitações, abordando temas como: postura, ética, empregabilidade e mercado de trabalho. Além disso, os participantes conhecerão o funcionamento das indústrias locais.

Em Concórdia, o evento ocorreu no auditório do Senai Concórdia e em Joaçaba no Sesi. A coordenadora do Programa de Inclusão do Senai, Rosana Mendes, explica os participantes do Programa Novos Caminhos no Alto Uruguai Catarinense, terão uma visão diferenciada de mundo e de sociedade e poderão conquistar seus objetivos de ingresso no mercado. “O programa vem oportunizar esses adolescentes de abrigos, proporcionando uma qualificação para que eles sejam inseridos no mercado de trabalho”, disse. Atualmente, 769 jovens no estado têm a oportunidade de passar pelas capacitações do Senai, IEL, SESI e Senac. Ao atingirem a maioridade, deixarão os 170 abrigos no Estado.

“Os participantes realmente estão fazendo a diferença. Temos casos de jovens que já estão trabalhando e ingressaram numa faculdade”, assinala Rosana. “São histórias que nos comovem. São pessoas que tiveram negações em vários aspectos. Agora, eles têm a oportunidade de seguir um novo caminho”, pontua. Os cursos oferecidos aos adolescentes são totalmente gratuitos.

Em Joaçaba, participaram do evento Eliane Pinheiro, Assistente Social Forense da Comarca de Herval d’Oeste, representando o Dr. Ildo Fabris Junior, Juiz de Direito do Fórum da Comarca, Silvana Meneghini, Diretora da Unidade do SENAI em Joaçaba, representando o vice-presidente da FIESC Região Centro-Oeste, Márcio Luis Dalla Lana, Paulo Wienhage, Diretor do SENAC de Joaçaba e o presidente da Subseção da OAB, Subseção de Joaçaba, Eleandro Brustolin, além de professores dos cursos que serão oferecidos aos jovens.

De acordo com Silvana o programa abre efetivamente novos caminhos. “Estes jovens poderão transformar sonhos em realidade, pelo caminho mais adequado que é a Educação, com aulas semanalmente até o mês de dezembro e receberão diversos conhecimentos. A FIESC e demais órgãos envolvidos neste programa estão empenhados em fazer com que estes adolescentes consigam chegar ao mercado de trabalho qualificados”.

Conforme o presidente da Subseção da OAB, Subseção de Joaçaba, Eleandro Brustolin, está é uma oportunidade a ser agarrada pelos adolescentes. “O mercado é concorrido e acredito que a união dessas entidades e forças está mudando os caminhos desses jovens, que poderiam ser outros. É um projeto excepcional com o intuito de inseri-los no mercado de trabalho, contribuindo para sua autonomia. As instituições parceiras proporcionam amparo social, afetivo e fornecem princípios para que sejam bons cidadãos”, frisou.

A coordenadora do Programa de Inclusão do Senai, Rosana Mendes, fez uma explanação sobre o funcionamento do programa. Entre os temas que serão abordados estão postura profissional para o mundo do trabalho, criatividade, flexibilidade e inovação, liderança, empreendedorismo, relacionamento interpessoal, trabalho em equipe, prevenção ao uso de álcool e outras drogas, organização e planejamento, ética, significado do trabalho, educação ambiental, finanças pessoais, propriedade intelectual, tecnologia da informação e da comunicação, fundamentos de logística, desenho arquitetônico, informática e educação de jovens e adultos (EJA).

Os jovens tiveram ainda a oportunidade de conhecer seus professores e as instalações da Unidade do Sesi em Joaçaba.

A iniciativa é desenvolvida em todas as 16 regiões do estado, garantindo a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: Nativa Comunicação Integrada

Veja agora

Mulher é presa após furtar TV do CREAS de Herval d’Oeste

Por volta das 02h20 desta sexta-feira (12/07) a Polícia Militar foi acionada para prestar atendimento …