Ocupação de leitos de UTI cai em SC, mas sete hospitais ainda estão lotados

O mês de setembro inciou com o índice de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) mais baixo do que o visto nos números de agosto em Santa Catarina. Segundo a atualização desta terça-feira (1º), dos 67,9% dos 1.509 leitos disponíveis estão ocupados, o que significa que 1.025 leitos sendo usados. Destes, são 411 por pacientes da Covid-19 e 614 por quem possui qualquer outra enfermidade.

Esses números correspondem aos leitos da rede pública, que tem 219 pacientes em ventilação mecânica atualmente. Na rede privada, são 93 internados, dos quais 52 necessitam dos respiradores.

O índice de ocupação no Estado chegou a mais de 80% no começo de agosto e oscilou em torno de 70% nos últimos dias do mês.

Apesar de agora ele estar no menor índice desde o dia 8 de julho, há  sete hospitais que encontram-se sem leitos de UTI disponível, recurso essencial para atender pacientes mais graves da Covid-19.

As unidades com 100% da lotação em SC são:

  • Centro Hospitalar Unimed, em Joinville
  • Hospital Bethesda, em Joinville
  • Maternidade Darcy Vargas, em Joinville
  • Hospital Infantil Seara do Bem, em Lages
  • Hospital Santa Terezinha, em Braço do Norte
  • Hospital São José Maravilha, em Maravilha
  • Hospital Waldomiro Colautti, em Ibirama

A concentração em Joinville é vista há semanas, considerando que o município é o epicentro do vírus no Estado, com mais de 16 mil confirmações.

Apesar de ser da porção que mais demanda leitos no Estado, o Planalto Norte e Nordeste, a cidade já vivenciou a superlotação várias vezes.

São 312 leitos ativos na região, ocupados em 77,6%, índice que ainda é superado pela Grande Oeste, que aponta 81,8%. Apesar disso, três regiões têm um panorama mais ameno, ficando com pouco mais da metade da UTI ocupada.

Ocupação de leito de UTI por região:

  • Grande Florianópolis: 57%
  • Foz do Rio Itajaí: 58%
  • Grande Oeste: 81%
  • Meio-Oeste e Serra: 72%
  • Planalto Norte e Nordeste: 77%
  • Sul: 74%
  • Vale do Itajaí: 57%

Este índice é um dos critérios utilizados pelo Governo do Estado para medir o risco potencial de cada região semanalmente, o que pode desencadear liberações ou restrições mais amplas.

O total de casos da Covid-19 é de 180.474 em Santa Catarina desde o início da pandemia, em março. Deste total, 2.301 pessoas morreram e 169.414 estão recuperados, enquanto outras 8.759 pessoas permanecem em acompanhamento.

A alta desta terça (1º) foi de 2.697 casos e 41 mortes, lembrando que esses dados se referem à contabilização, o que significa que os positivados ou as ocorrências de mortes não tenham necessariamente ocorrido neste dia. Um terço dos infectados no Estado são crianças e jovens. São mais de 53 mil dos infectados que tem até 29 anos.


Veja agora

Homem que assaltou motorista de aplicativo, em Joaçaba, é preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Joaçaba, através do Setor de Investigação Criminal da Delegacia, prendeu, preventivamente, …