Luzernense lidera comitiva da FIESC no Paraguai

Uma missão empresarial brasileira promovida pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) ao Paraguai participou, nesta segunda-feira (9), de uma intensa programação. Liderada pelo vice-presidente da Região Centro Oeste Márcio Luís Dalla Lana, a comitiva é integrada por 77 representantes de indústrias de seis Estados.

Luzernense Márcio Luís Dalla Lana, liderou comitiva integrada por 77 representantes de indústrias de seis Estados
Luzernense Márcio Luís Dalla Lana, liderou comitiva integrada por 77 representantes de indústrias de seis Estados

Os membros da comitiva participaram de rodadas de negócios com 85 empresas paraguaias, além de seminário de oportunidades de investimentos e parcerias, além de visitar a Expo Paraguai.

Nesta terça-feira (10), em Assunção, o grupo participou de reunião no Ministério de Comércio e Indústria do Paraguai. A comitiva também realizou visitas à Expo Paraguai, realizada na cidade de Mariano Roque Alonso. Trata-se da maior feira do setor produtivo do País vizinho, com foco nos segmentos têxtil, alimentos, bebidas, metalmecânico, papel e celulose, plástico e madeira. A feira deve receber cerca de 600 mil visitantes e conta com 1,6 mil expositores. O seminário teve a participação do secretário de assuntos econômicos, energia e infraestrutura da Embaixada do Brasil no Paraguai, Mario Augusto de Almeida.

A missão que encerra nesta quarta-feira, dia 13, é realizada em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Apex-Brasil e tem o objetivo de fomentar negócios voltados ao incremento da participação de empresas brasileiras no comércio internacional, identificar e prospectar parceiros comerciais e tecnológicos e analisar a concorrência no mercado internacional. O grupo também prevê visitas técnicas à Schadek Automotive, fabricante de bombas de óleo para o mercado de reposição, e à Mazzei, indústria fabricante de snacks, biscoitos salgados e doces.

“É enriquecedor como empresário e representante da Federação participar de uma missão onde é possível identificar boas práticas, cooperação e aproveitar novas oportunidades, para fortalecer vínculos, criando estratégias e auxiliando como facilitador para fortalecer negócios e investimentos que podem continuar sendo ótimos prognósticos para as exportações”, disse. “Também podemos trocar ideias e discutir temas, oportunizando negócios entre setores e países”.

EXPORTAÇÕES

As exportações catarinenses ao Paraguai totalizaram US$ 259 milhões em 2017. Os principais produtos embarcados foram cerâmica de revestimentos, refrigeradores e congeladores, adubos fertilizantes e transformadores elétricos. As importações catarinenses do país vizinho somaram US$ 132 milhões no mesmo período. Os principais produtos comprados foram embalagem de plástico, milho, mantas, roupas (casacos, vestidos, saias, calças e bermudas) e óleo de soja.

Nos últimos dez anos, o Paraguai registrou crescimento médio do PIB de 4,8% e a inflação dos últimos cinco anos não passou de 5%. Os setores agropecuário e florestal constituem o principal motor da economia do país, correspondendo em média a 20% do PIB nos últimos cinco anos.

Fonte: Nativa Comunicação

Veja agora

Corpo de homem desaparecido é encontrado esquartejado em Herval d’Oeste

O corpo de um homem foi encontrado esquartejado em Herval d’Oeste na tarde desta terça-feira …