Governador confirma que municípios não deverão receber recursos do FUNDAM

Governado Eduardo Pinho Moreira concedeu entrevista a Rádio Líder nesta segunda feira
Governado Eduardo Pinho Moreira concedeu entrevista a Rádio Líder nesta segunda feira

Ao chegar ao primeiro mês de mandato como governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira destacou que, mesmo desejando ter mais horas no dia para abraçar todos os compromissos que aparecem na agenda, o sentimento é de motivação. “Sinto-me energizado, porque sei que a sociedade catarinense está sendo beneficiada com as decisões que estamos tomando e que têm reflexo imediato”. Assim que assumiu o Governo, Moreira estabeleceu como prioridades as áreas da Saúde e Segurança Pública, bem como a responsabilidade com os gastos públicos.

Mudança no secretariado:

Pinho Moreira destacou a mudança no secretariado. Segundo o governador, muitos dos que estavam em determinadas pastas serão candidatos nas próximas eleições. “Muitos serão candidatos, por isso estou fazendo estas trocas, eles não dariam a devida importância a determinada pasta, pensando nas suas campanhas.”

Agencias de desenvolvimento regionais:

Uma das primeiras medidas, visando à contenção de gastos, anunciada pelo governador foi a desativação de 15 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs). Estudos técnicos do Governo apontam que a economia anual pode chegar a R$ 50 milhões. Com a medida, mais de 180 cargos comissionados foram extintos. “Quando Luiz Henrique e eu implantamos as secretárias, elas tinham o objetivo de descentralizar os serviços do estado e isso foi atingido,  só que com o passar dos anos elas foram perdendo função e importância, isso fez com que nós extinguíssemos muitas por que já não cumpriam sua função.”

ADR de Joaçaba:

Em entrevista ao jornalismo da Rádio Líder, o governador destacou que ainda não há nomes para assumir o cargo que será deixado por Rafael Laske.”Nem sabia que o Mamão iria deixar o cargo.” afirmou Pinho Moreira. O governador adiantou que os nomes surgirão naturalmente, porém deverá ser qualificado e não apenas político. ” Os nomes tem que ser qualificados, eu sou muito exigente e o partido não importa agora, e sim o estado de Santa Catarina.”

Recursos do FUNDAM:

Os recursos que seriam utilizados para garantir a segunda edição do Fundo de Participação dos Municípios, o Fundam, pode ficar bem longe dos municípios. A informação é do Governador Eduardo Moreira. Segundo ele o BNDES já autorizou a contratação do empréstimo de R$ 723 milhões, mas não está aprovando a divisão do recurso com as prefeituras. “Os técnicos do BNDES não estão acordando com a divisão juntos aos municípios, acho muito difícil que este dinheiro seja liberado.” Questionado sobre uma possível ajuda aos municípios Eduardo Pinho Moreira foi enfático”não haverá nem tempo hábil para liberar estes recursos, estamos em um ano eleitoral e a legislação não permite que isso aconteça”.

Ouça a entrevista na integra com o governador Eduardo Pinho Moreira aos microfones da rádio Líder:

 

 

 

Veja agora

Mesa-tenistas de Joaçaba conquistam mais 21 medalhas estaduais

Os atletas da Pró Tênis de Mesa de Joaçaba participaram de três competições estaduais nestes …