Funcionários dos Correios de Santa Catarina entram em greve

Funcionários dos Correios de Santa Catarina entram em greve
Funcionários dos Correios de Santa Catarina entram em greve

Os trabalhadores dos Correios de Santa Catarina entraram em greve por tempo indeterminado. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios, Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect-SC), a paralisação é contra o corte de direitos. Ao menos 20 estados e o Distrito Federal iniciaram a greve às 22h de terça-feira (19).

“A empresa quer cortar o vale-alimentação, o auxílio-creche e cobrar mensalidade do plano de saúde, que hoje pagamos compartilhamento. Esse valor sairia uns R$ 100. O piso é R$ 1,6 mil. Uma família de quatro pessoas, por exemplo, não tem como pagar esse plano. Queremos manter o que tem e pedimos reajuste de 8%”, explica Giovani Zoboli, secretário-geral do Sintect-SC.

Segundo Zoboli, cerca de mil funcionários estão paralisados em todo estado. “Cerca de 70% da parte de triagem de cartas e encomendas aderiram à greve. Os administrativos não”.

Até a publicação desta notícia, a assessoria dos Correios disse que aguardava informações da empresa em Brasília e que no período da tarde repassaria um levantamento sobre a greve.

 

Defasagem

Conforme o sindicato, outra reivindicação é que haja concurso público.

“Atualmente são 3, 9 mil funcionários em todo estado, sendo uns 400 afastados. Em 2007 eram 5 mil. Onde antes tinha quatro carteiros, agora tem um. Por isso as cartinhas e encomendas não chegam”, alega o secretário do sindicato. Segundo ele, o ideal é que houvesse pelo menos o número de funcionários de 10 anos atrás.

Veja agora

PM recupera motocicleta furtada. Proprietário ainda não havia percebido o furto

Uma motocicleta foi recuperada na noite desta quarta-feira(23/05) pela Polícia Militar de Herval d’Oeste, num …