Delegado regional esclarece em nota operação da polícia na manhã de hoje

Na época, os documentos foram entregues ao Delegado pelos vereadores Ademir Righi, Vilmar Zilio, e Francisco Moreira Lopes
Na época, os documentos foram entregues ao Delegado pelos vereadores Ademir Righi, Vilmar Zilio, e Francisco Moreira Lopes

Sobre possíveis indícios de irregularidades envolvendo a prestação de contas dos carnavais de 2014 e 2015 em Joaçaba continuam sendo apuradas.

As prestações foram feitas pela Diretoria da  Liga das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval D Oeste.

Tudo teve início, após uma análise da documentação feita por alguns vereadores que notaram a ausência de documentos fiscais, e pagamentos de serviços sem a devida comprovação, apenas com recibos.

Na manhã desta quarta feira, equipes da Policia Civil, comandadas pelo Delegado Daniel Régis, cumpriu mandados de busca e apreensão de documentos em Herval e Joaçaba .

Os mandados foram determinados pelo Juiz da Vara Criminal, Dr Márcio Bragaglia.

Um ex integrante da Diretoria da Liga das Escolas de Samba, foi conduzido a delegacia para prestar maiores esclarecimentos.

Na tarde de hoje o delegado regional Daniel Régis, enviou nota sobre os fatos:

Informo que nesta manhã a DIC de Joaçaba, com o apoio de policiais das DPMUs de Água Doce e Treze Tílias, além da DPCO e DRP de Joaçaba, deu cumprimento a três mandados de busca expedidos pelo Juízo Criminal desta Comarca. As diligências foram cumpridas em Herval d’Oeste e, após a apreensão de documentos de interesse à investigação, houve a condução de Sérgio de Giacometti para interrogatório, na condição de investigado, sendo todo o procedimento acompanhado por advogados.

Trata-se do Inquérito Policial que apura crimes de falsidade ideológica, emprego irregular de verbas públicas e peculato, envolvendo a gestão dos recursos públicos aplicados no Carnaval local.

O exame dos documentos ora apreendidos demandará ainda mais empenho da equipe de investigação para a necessária descrição de condutas e eventual indiciamentos.

Seguimos trabalhando com o apoio do Ministério Público e sob a égide do Judiciário para esclarecer fatos e circunstâncias sob apuração.

Ainda não há prazo definido para a conclusão do Inquérito, tendo em vista a quantidade de informações colhidas até agora nos documentos e depoimentos tomados.

Assim que houver a conclusão da apuração e o relatório final, faremos a apresentação dos resultados à comunidade e à Câmara de Vereadores de Joaçaba, fonte primária da investigação.

Veja agora

Treinamento prepara profissionais da educação de Joaçaba para situações de emergência nas escolas

Nesta segunda-feira (26), a Secretaria de Educação de Joaçaba promoveu um treinamento intensivo envolvendo mais …